A viagem das carrancas, que abre em 5 de dezembro no Instituto Moreira Salles, apresenta ao público 40 carrancas de coleções públicas e particulares e 42 fotografias de Marcel Gautherot pertencentes ao acervo do IMS, além de pequenas esculturas, um modelo de barco e documentos diversos. Entre os destaques da mostra, está a figura de proa da lendária barca Minas Gerais, a maior embarcação que já navegou o São Francisco, esculpida por Afrânio – primeiro escultor de carrancas conhecido, ainda no fim do século XIX. Por ocasião da abertura, às 17h teremos uma visita guiada com o curador Lorenzo Mammì.

CuradoriaLorenzo Mammì

Expografia Carla Juaçaba